6961
Membros
223
Prog Ativos
62052
Prognósticos

Jogo Responsável


O QUE FAZEMOS

A ApostaGanha, desde o início da sua atividade, sempre pretendeu que os portugueses tivessem a liberdade de aceder a plataformas de jogos para adultos. Através de uma oferta íntegra e responsável, todos os jogadores devem poder jogar, de acordo com as suas capacidades financeiras, de uma forma segura e em ambiente confiável.

A ApostaGanha, considera que é fundamental respeitar os direitos daqueles que participam em jogos de fortuna ou azar dentro dos limites razoáveis que todas as formas de entretenimento requerem.

Assim, continuaremos a pugnar por um ambiente de segurança, transparência e qualidade das apostas desportivas, oferecidas por operadores licenciados e regulados que sigam as boas práticas, cientificamente comprovadas e incentivadas pela União Europeia.

Enquanto aguardamos por uma regulamentação que cubra a totalidade da oferta a que os portugueses têm acesso, continuaremos a canalizar as apostas desportivas para os sítios online regulamentados em outras jurisdições, prevenindo desta forma a proliferação dos canais ilícitos e contribuindo também para a integridade das competições desportivas através da dissuasão do interesse do “mercado negro”

O JOGO RESPONSÁVEL

É sobejamente conhecido que, para a maioria das pessoas, o jogo de fortuna e azar é um entretenimento e uma experiência positiva. Fomentar a prática responsável do jogo significa minimizar as possibilidades de desenvolver uma conduta de jogo imoderada, com os riscos que isso acarreta.

O jogo responsável consiste na prática de jogos de fortuna e azar como forma de entretenimento e diversão, seguindo algumas regras que permitem manter o jogo sob controlo:

  • Manter uma relação razoável entre o jogo e outras atividades de ócio;
  • Não esquecer que o objetivo é passar um bom bocado, estabelecer relações sociais ou manter uma diversão, em vez da obsessão de ganhar dinheiro ou jogar para esquecer problemas pessoais;
  • Apostar quantias ajustadas à capacidade económica e sempre com o dinheiro destinado ao ócio sem prejuízo daquele destinado aos encargos da vida quotidiana;
  • Jogar apenas durante o tempo planeado para jogar;
  • Poder deixar de jogar cada vez que se quer, sem que tal acarrete qualquer dificuldade.

Para além de seguir as regras acima descritas, o jogador responsável caracteriza-se por:

  • Estar informado sobre as reais probabilidades de ganhar ou perder;
  • Por opção informada, apostar moderadamente e em quantias razoáveis;
  • Desfrutar das experiências de jogo em condições de baixo risco.

A ApostaGanha sublinha que:

  • Apostar responsavelmente significa fazer opções com base em fatos, manter o controlo sobre o tempo e o dinheiro que pretende gastar.
  • As pessoas que apostam responsavelmente certificam-se que conhecem todas as particularidades do jogo que irão jogar. Elas decidem com antecedência quanto tempo e dinheiro querem gastar.
  • Apostar com responsabilidade permite que o jogo seja uma experiência agradável, divertida, e com pouco risco de causar danos ao apostador, à família ou aos amigos.

JOGO COMPULSIVO

Ainda que a grande maioria das pessoas jogue para se divertir, pratique o jogo como forma de socialização ou como mais um momento de prazer no seu tempo de entretenimento, reconhecemos que algumas perdem o controlo sobre o seu comportamento em relação ao jogo.

O que é uma conduta compulsiva em relação ao jogo?

Considera-se que alguém tem uma conduta compulsiva quando perde a liberdade de decidir se quer jogar ou não e o jogo passa a ser uma necessidade prioritária, com a consequente deterioração da vida pessoal, familiar e social.

As características essenciais do jogo compulsivo são as seguintes:

  • Perda de controlo sobre os impulsos para jogar, durante um período continuado;
  • Aumento progressivo da frequência de jogo e das quantias apostadas;
  • Permanente vontade em jogar e obter dinheiro para o fazer continuadamente;
  • Alterações duradouras de conduta relacionadas com o jogo, mesmo quando existem consequências adversas.

O jogo patológico é um problema de saúde reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

PREVENÇÃO

A Responsabilidade do Utilizador.

A ApostaGanha entende que a decisão e responsabilidade final do ato de jogar e dos montantes apostados deve residir na vontade do utilizador. A assunção da responsabilidade por parte do utilizador é a forma mais duradoura de proteção.

A Nossa Responsabilidade

A responsabilidade da ApostaGanha consiste em prestar informação clara sobre as ofertas de produtos e serviços, bem como apoiar os membros da comunidade nas decisões responsáveis que deverão tomar na escolha do sítio onde pretendem jogar. Os direitos e responsabilidades que advêm do contrato de jogo que lhes é proposto pelo operador, também são alvo da nossa atenção e escrutínio. Por princípio, apenas estabelecemos relações com operadores licenciados, regulamentados e auditados que, comprovadamente estabeleçam um vínculo de confiança com os seus clientes através de um histórico de boas práticas (Os operadores responsáveis – licenciados e regulados em jurisdições da União Europeia, e ainda auto-regulados de acordo com padrões de referência, técnica e cientificamente homologados, pelas entidades representativas do setor de jogo e apostas online – providenciam apoio e ferramentas que garantem um ambiente de diversão seguro e lidam com profissionalismo e rigor com os aspetos relacionados com o risco).

O entretenimento implica comportamento responsável

O cumprimento das seguintes regras garante o entretenimento através do jogo responsável:

  • Jogue apenas quando se sentir descansado e concentrado.
  • Faça intervalos durante o jogo.
  • Estipule antecipadamente quanto pretende jogar por mês.
  • Não aumente mais tarde o valor máximo do limite que tinha estabelecido anteriormente.
  • Antes de começar a jogar, determine o valor de ganhos com o qual pretende parar de jogar.
  • Estipule antecipadamente qual o montante relativo a perdas.
  • Não jogue sob a influência de álcool ou medicamentos.
  • Não jogue se estiver emocionalmente perturbado.

AUTO-TESTE

Teste rápido desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para verificar se incorre no risco de ficar dependente do jogo:

1. Houve alguma vez, nos últimos 12 meses, em que as suas apostas ou o seu jogo interferiram com o seu trabalho ou com as suas responsabilidades na escola, no emprego ou em casa?

2. Houve alguma vez, nos últimos 12 meses, em que as suas apostas ou o seu jogo causaram repetidas discussões ou outros problemas graves com a sua família, amigos, vizinhos ou com colegas de trabalho?

3. Houve alguma vez, nos últimos 12 meses, em que tentou ocultar à sua família ou aos seus amigos o quanto tem jogado?

4. Já algumas vezes afirmou estar a ganhar quando na realidade estava a perder?

5. Nos últimos 12 meses, ocorreu-lhe alguma vez ter períodos em que passou demasiado tempo a pensar no jogo, quando na realidade deveria ter estado a pensar noutras coisas?

6. Nos últimos 12 meses, ocorreu-lhe alguma vez ter períodos em que passou demasiado tempo a planear as suas apostas ou a estudar as probabilidades das apostas, quando na realidade deveria estar a fazer outras coisas?

7. Com o passar do tempo, teve de aumentar as quantias que ia apostando ou jogando, de forma a manter o jogo emocionante para si?

8. Houve alguma altura, nos últimos 12 meses, em que as apostas ou o jogo serviam para si como uma forma de sair do mau humor ou para melhorar o seu humor?

9. Nos últimos 12 meses, ocorreu-lhe alguma vez ter jogado ou apostado frequentemente para escapar ou parar de pensar em problemas pessoais?

10. Nos últimos 12 meses, após ter perdido dinheiro no jogo, deu-se frequentemente o caso de ter voltado a jogar no dia seguinte, para tentar recuperar o dinheiro que perdeu?

11. Nos últimos 12 meses e num momento em que tinha uma grande dívida de jogo, ocorreu-lhe apostar cada vez mais na esperança de recuperar as suas perdas?

12. Nos últimos 12 meses, alguma vez tentou adquirir dinheiro para o jogo passando cheques sem provisão, roubando ou fazendo alguma coisa que fosse considerada ilegal?

13. Nos últimos 12 meses, tentou por repetidas vezes pedir dinheiro emprestado à sua família ou aos seus amigos para sustentar os seus hábitos jogo ou para pagar as dívidas de apostas?

14. Ocorreu-lhe nos últimos 12 meses ter frequentemente um desejo tão forte de jogar e de apostar ao qual não conseguisse resistir ou que o impedisse de pensar noutra coisa?

15. Nos últimos 12 meses, ocorreu-lhe alguma vez ter apostado, mesmo sabendo que tinha prometido a si mesmo que não o faria, ou então apostar muito mais ou durante um período mais extenso do que aquele que inicialmente pretendia?

16. Não apenas nos últimos 12 meses, mas ao longo de toda a sua vida, quantas vezes já tentou seriamente reduzir as vezes que joga ou quantas vezes tentou seriamente parar de jogar (nunca; 1; 2; 3; 4; 5; várias vezes)?

Se respondeu afirmativamente à questão anterior (16):

17. A tentativa de reduzir as apostas ou parar de apostar fê-lo sentir-se agitado e irritável?

18. Desde que tentou pela primeira vez reduzir as suas apostas ou parar de jogar, qual foi o período de tempo mais longo que passou sem jogo (anos – meses – dias)?

Quantas mais respostas afirmativas, maiores serão os seus problemas de jogo.

Se o jogo está a afetar a sua vida e se começa a pensar em mudar, poderá consultar o guia de auto-ajuda da faculdade de Harvard Medical School:

GUIA DE AUTO-AJUDA

RECOMENDAÇÕES DA APOSTAGANHA

Procure estar informado sobre as seguintes questões:
O regulador e as licenças do sítio onde joga ou pretende jogar;
Qual o regulador das diferentes jurisdições;
As regras do jogo, o software e os testes;
Os termos e condições do contrato de jogo que lhe é proposto e a política de privacidade implementada pelo operador;
Os contatos do operador onde joga ou pretende jogar e como são tratadas as eventuais reclamações que possa apresentar;
As medidas tomadas pelo operador para ajudar os clientes a controlar os gastos (Limites de depósito e Auto-exclusão);
Prevenção do jogo de menores.

Em virtude do apoio prestado pela equipa do portal do Jogo responsável, disponibilizamos a informação sobre O QUE DEVE PROCURAR NUM SÍTIO DE JOGO E APOSTAS ONLINE.

INFORMAÇÃO E AJUDA EM PORTUGAL

O problema do jogo não se limita à perda de dinheiro – tem a ver também com a forma como pode afetar toda a vida da pessoa.

Informação:
www.jogoresponsavel.pt

Grupos de inter-ajuda:
http://www.janonimos.org/

Lembre-se: O jogo a dinheiro é considerado como diversão quando existe controlo e prazer no ato em si; porém, já não é considerado como tal quando implica sofrimento, descontrolo e, consequentemente, a perda da liberdade de decisão.

Comentários estão fechados.