6712
Membros
306
Prog Ativos
55704
Prognósticos

Barcelona vs Manchester United – Final da Liga dos Campeões 08/09


O jogo decisivo da edição 2008/2009 da Liga dos Campeões (UEFA Champions League) está marcado para 27 de Maio no O Stadio Olimpico de Roma, palco que acolhe pela quarta vez a final da principal competição de clubes da Europa.

Frente a frente estarão aqueles que para muitos são as melhores equipas da actualidade: os espanhóis do Barcelona e os ingleses do Manchester United.

O palco das emoções:

O jogo decisivo desta edição da Liga dos Campeões será jogado em Roma, no histórico Stadio Olimpico que tem capacidade para 72689 espectadores. Aqui neste palco jogam durante a temporada duas equipas da cidade, a Lazio e a AS Roma, dois clubes de proa do futebol italiano. O estádio fica situado no complexo desportivo Foro Itálico, na parte norte da cidade e é propriedade do Comité Olímpico Italiano. O estádio foi remodelado uma série de vezes até que em 1990, devido ao Campeonato do Mundo, foi praticamente todo removido e construído quase de raiz. Nessa prova o Stadio Olimpico foi o palco da grande final que opôs a Alemanha Ocidental à Argentina.

Estadio Olimpico Barcelona vs Manchester United - Liga dos Campeões

FC Barcelona

História do clube: O Barcelona foi fundado no dia 29 de Novembro de 1899 pelo inglês Joan Gamper e praticamente logo se tornou um dos principais clubes de Espanha, ganhando a Copa Macaya em 1902 e chegando à final da Copa do Rei. O Barcelona tornou-se o principal clube da Catalunha e no dia 14 de Março de 1909 construiu o seu primeiro estádio, de nome Carrer Indústria.

BarcelonaEm 1917, Gamper nomeou Jack Greenwell para comandar o clube, e sob o seu comando, o clube conquistou 11 Campeonatos de Catalunhaa, seis Taças do Rei e quatro Taças dos de Pirinéus. Este período de foi considerado uma das Eras Douradas do Barcelona.

De 1925 até 1939, a Espanha passou por um período de muita opressão política, incluindo a guerra civil, que assombrou também o mundo desportivo. Sob a ditadura de Franco, a língua e os símbolos catalães foram banidos e por causa disso o clube teve que alterar o seu nome e remover a bandeira da Catalunha de seu símbolo.Esta situação causou ao Barcelona problemas financeiros e sociais, fazendo com que o número de sócios caísse significativamente. Durante este período o presidente da altura, Josep Suñol i Garriga, foi assassinado pelos soldados de Franco em Guadalajara, numa viagem do Barça ao México. Apesar desta era trágica para o clube, os catalães ainda conquistaram o Campeonato de Catalunha em 1930, 1931, 1932, 1934, 1936 e 1938, mas não conseguiram ter sucesso a nível nacional.

Entretanto, durante a metade da década de 1940 até o início da década de 1960, o clube voltou a ter sucesso no âmbito nacional. Em 1945, 1948 e 1949 e Barcelona conquistou o Campeonato Espanhol pela primeira vez desde 1929. O sucesso do clube continuou nos anos 50 e o clube garantiu a conquista de cinco troféus diferentes. Devido ao seu sucesso, o Barcelona decidiu construir um novo estádio, o Camp Nou, em 1957, para poder ter mais adeptos nos jogos.

Durante a década de 1960, o Barça estava falido, e já não era capaz de contratar novos jogadores. Contudo, isso não impediu o clube do continuar com sucesso e conquistou o Campeonato Espanhol em 1960 e a Copa do Rei em 1963 e 1968. Josep Fuste e Carles Rexach foram as grandes estrelas do Barça dessa década.

Os anos de 1970 foram marcados por mudanças no clube. Uma das coisas que mudaram foi o nome, de CF Barcelona para o nome original Futbol Club Barcelona. Johan Cruyff foi contratado durante a temporada 1973/74 e instantaneamente se tornou a estrela do clube, tornando-se no Jogador europeu do Ano na sua primeira temporada no clube. Com isso, Josep Lluís Núñes foi eleito presidente com a missão de tornar o clube estável financeiramente e de nível mundial. Sob a sua liderança, o clube conquistou duas Tças da UEFA.

Durante a década de 1980, Núñes continuou a ser bem sucedido na sua liderança, e o clube continuou a ter sucesso. Ele ajudou a trazer o lendário Diego Armando Maradona para o Barça em 1982, ele que ajudou o clube a derrotar o seu rival Real Madrid na Taça do Rei de 1983.

Em 1988, o holandês Johan Cruyff foi contratado como treinador e tentou montar uma equipa repleta de estrelas. Contratou grandes craques como Hristo Stoichkov, Josep Guardiola e Michael Laudrup e tornou-se o técnico mais vitorioso e com mais tempo no clube até ao momento ao ganhar 11 troféus. Cruyff levou o Barça a conquistas tanto no âmbito nacional como internacional, incluindo títulos como a Liga dos Campeões da UEFA, a Supertaça Europeia e o Campeonato Espanhol. Entretanto, nas suas duas últimas temporadas, não conseguiu conquistar títulos e foi demitido.

Mais recentemente passaram pelo clube treinadores como Bobby Robson, Louis Van Gaal e Frank Rijkard. De referir ainda jogadores como Cristiano Ronaldo e Figo, ele que protagonizou uma das mais faladas transferências de sempre ao trocar o Barcelona pelo seu grande rival, o Real Madrid.

Palmarés:

Primera División: 19
Copa de S.M. El Rey Don Juan Carlos I: 7
Copa de S.E. El Generalísimo: 9
Copa de S.M. El Rey Alfonso XIII: 8
Supercopa: 5
Copa Eva Duarte de Perón: 3
Copa de Oro Argentina: 1
Copa de la Liga: 2
Taça dos Campeões Europeus: 2
Taça das Cidades com Feira: 3
Taça das Taças: 4
Supertaça Europeia: 2
Copa Latina: 2

O treinador: Josep Guardiola

Josep Guardiola“Pep” Guardiola é literalmente um homem da casa. Foi formado no Barça, saiu da sua cantera e assumiu o papel de capitão do clube e da selecção espanhola. Dentro de campo jogava no meio campo, logo à frente dos defesas da sua equipa e sempre foi um estratega. Agora, desde o início da temporada, assumiu o comando da equipa do seu coração e depois de um início um pouco difícil mostrou que foi a melhor escolha colocando o clube no caminho dos títulos e a praticar um futebol bonito e esse é uma das pricipais características do Pep jogador e do Pep treinador, o futebol bem jogado.

Algumas Peças Fundamentais:

Lionel Messi, Samuel Eto’o, Andrés Iniesta

Percurso até à final:

O Barcelona teve uma fase de grupos tranquila e apenas perdeu um jogo quando já estava apurado e colocou em campo alguns jogadores menos utilizados. A equipa de Pep Guardiola desde cedo mostrou que não estava para brincadeiras e praticamente apenas teve de sofrer na meia-final.

Passados os grupos, calhou em sorte ao Barcelona nos oitavos-de-final os franceses do Lyon. O primeiro jogo em França acabou empatado a 1 golo mas depois em Camp Nou Lionel Messi e companhia destronaram os franceses por expressos 5-2, sendo que ao intervalo já estava a vencer por 4-1.

Chegaram os quartos mas isso não significou que o grau de dificuldade aumentasse para este Barcelona que despachou autenticamente o Bayern Munique com uma vitória por 4-0 em casa e um empate a 1 bola na Baviera. Esta eliminatória foi logo decidida na primeira parte da primeira mão ao chegar ao intervalo já com uma vantagem de 4 golos e dando a crer que na segunda já não queriam marcar mais pois se o fizesses poderiamos ter tido neste jogo uma das maiores goleadas de sempre da competição.

Chegaram as meias e aqui foi onde o Barcelona encontrou mais dificuldades. Primeiro no jogo em casa o Chelsea fechou-se muito e o Barcelona nunca conseguiu libertar-se da teia defensiva dos ingleses e praticar o seu futebol. O jogo acabou com um empate a 1 golo. Depois em Londres tudo foi diferente e o Chelsea assumiu o jogo, chegou à vantagem e quando parecia que iria estar na final de Roma, eis que o Barcelona aos 92 minutos, por intermédio de Iniesta marca o golo do empate que dá o passaporte para a final e deixa em delírio os cerca de 3000 adeptos que foram a Stamford Bridge. E claro, do lado dos ingleses a desilusão…

Informação disciplinar

Abidal e Daniel Alves estão castigados e não poderão jogar a grande final. O francês foi expulso em Stamford Bridge e o brasileiro viu o terceiro cartão amarelo pelo que ambos verão o jogo da bancada.

Machester United

História do clube: A glória do Manchester United começou quando alguns trabalhadores de Lancanshire e da Yorkshine Railway, decidiram formar uma equipa de futebol no ano de 1878 ao qual, deram o nome de Newton Heath. Clube amador só com jogadores da cidade de Manchester, depressa foi à falência por falta de verbas para as deslocações e refeições dos seus atletas. Só depois da falência do Newton Heath, o Manchester United surgiu das cinzas, e assim no ano de 1902 e pelas mãos de Louis Edwards (pai de Martin Edwards que mais tarde viria a ser presidente do clube), o famoso carniceiro que possuía mais de 100 talhos por toda a cidade, o Manchester United foi fundado.

Manchester UnitedO clube entrou para a Football League no longínquo ano de 1892 e jogou alguns anos na 2nd Division mas com a influência do lateral Galês Billy Meredith e do avançado Inglês Martin Bell, ganhou o seu primeiro campeonato em 1908. Estava assim conquistado o primeiro troféu daquele que hoje em dia é o maior e mais rico clube do mundo. Nos anos seguintes continuaram na senda das vitórias, a Taça de Inglaterra em 1909 e o Campeonato Inglês em 1911 trouxeram alegria e contentamento a todos os habitantes de Manchester. Depois veio a 2ª Grande Guerra Mundial e a tristeza, o famoso estádio de Old Trafford ficava parcialmente destruído após um bombardeamento Alemão, e o Manchester United teve de o abandonar e de jogar temporariamente no Main Road, campo do seu maior rival, o Manchester City, um momento muito desgostoso para todos. O Manchester não aguentou e desceu à 2nd Division de novo. Durante vários anos andou pelas ruas da amargura tendo estado quase falido por várias ocasiões, mas tal como os grandes campeões não se deixou abater e voltou a sonhar. Em 1936 venceu o Campeonato da 2nd Division e subiu assim de divisão, até que um Anjo Escocês veio para o comando dos Diabos Vermelhos em 1945, de seu nome Sir Mattew Busby.

Com Busby no cargo de Manager, o Manchester United venceu tudo o que havia para vencer. Títulos atrás de títulos e foi o responsável pela construção de uma sucessão de grandes equipas. Sob o seu comando, as suas primeiras equipas conquistaram a Taça de Inglaterra em 1948 e o Campeonato Inglês em 1952, 1956 e 1957. Em Fevereiro de 1958, o Manchester United viveu o momento mais trágico da sua história quando 8 jogadores da sua jovem equipa conhecida como “Busby Babes”, que era considerada uma das mais promissoras equipas de sempre do futebol Inglês, morreram num acidente aéreo em Munique a quando de uma deslocação para um jogo da Taça dos Campeões. Sir Mattew Busby sobreviveu milagrosamente ao acidente com mais alguns jogadores e juntos reconstruíram a equipa para 10 anos mais tarde o Manchester United ganhar o Campeonato Inglês por duas vezes em 1965 e 1967, uma Taça de Inglaterra em 1963 e tornar-se na primeira equipa Inglesa a vencer a Taça dos Campeões Europeus em 1968, batendo na final o Benfica por 4-1 num jogo presenciado por mais de 100.000 adeptos do mítico estádio de Wembley em Londres.

Depois da fartura veio a escassez, e depois do abandono de Sir Mattew Busby, muitos foram os treinadores que tentaram manter o Manchester United no céu, o que se revelou impossível e depois do sucesso pairava agora uma nuvem cinzenta e saudades, muitas saudades do “mago” Busby. Em meados de 1980 Martin Edwards chegou a presidente do clube com grandes ambições, projectos e um braço de ferro.

Mas não era só necessário um grande presidente tal como Sir Mattew Busby foi necessário outro “guerreiro” Escocês para trazer a alegria de volta a Manchester. Em 1986, Sir Alex Ferguson foi nomeado Manager e com ele o clube regressava às grandes vitórias. Não foi fácil a sua habituação ao clube e nos primeiros anos pairou a sombra do despedimento e a alma de Busby. Alguns jogadores eram comprados sem grande currículo ou sem serem conhecidos internacionalmente o que levava a uma grande contestação. Ferguson tinha a cabeça a prémio todos os dias mas soube dar a volta por cima, como grande treinador que é, com o tempo, os adeptos tiveram a merecida recompensa. Estavam a chegar os anos 90 e com eles o mais bela década de glória vermelha. A primeira grande vitória aconteceu em 1990 com a conquista da Taça de Inglaterra, um ano volvido e nova vitória, esta mais saborosa, a Taça das Taças em 1991 sobre o poderoso Barcelona de Espanha por 2-1 com dois golos do Galês Mark Hughes no estádio de Rotterdam na Holanda num jogo presenciado por mais de 80.000 espectadores. O Manchester conquistava assim a única Taça das Taças até ao momento.

No rigoroso Inverno de 1993 o Manchester United contratava assim num ar de brincadeira aquele que viria a ser o seu maior ídolo dos anos 90, Eric Cantona. Com ele na equipa o Manchester United foi catapultado para a ribalta novamente e para a fama que hoje se conhece. Eric juntamente com a sua equipa e treinados por Ferguson levaram o Manchester a crescer como clube e a ser conhecido por todo mundo. Os habitantes acarinharam a equipa, o dinheiro começou a entrar e a haver investimentos. Três anos depois, no ano inaugural da FA Premier League, o Manchester United concretizava o sonho de voltar a ser campeão Inglês, 26 anos depois. O United formara uma equipa coesa e unida por um espírito fora do comum nas equipas Inglesas, chegara a hora de jogar à moda europeia e deixar o tradicional “kick and rush”. Em 1994, o Manchester United vencia a FA Premier League e a Taça de Inglaterra no mesmo ano, feito que repetiria em 1996. Duas dobradinhas em 3 anos…

Em 1998 aconteceram alguns dos mais empolgantes momentos da era Ferguson. O Manchester United recebia uma proposta de compra do clube por parte do multi-milionário das telecomunicações Ruphert Murdock, proprietário do canal televisivo BSkyb, no valor de 200.000.000 de contos. Murdock iria ficar assim com o total controlo televisivo sobre o maior clube do mundo, mas o governo Inglês vetou o negócio não deixando Murdock comprar as acções. O povo veio à rua e gritou bem alto “o clube é dos sócios e não de um milionário forasteiro, o United nunca estará à venda”.

Mas foi no ano de 1999 que o Manchester United subiu finalmente ao estrelato. Neste fabuloso ano venceu o Campeonato Inglês, a Taça de Inglaterra, a Taça da Liga e também a Liga dos Campeões, num dos jogos mais memoráveis frente aos rivais Bayern Munich. O resultado ficou em 2-1 num Nou Camp totalmente esgotado por 120.000 espectadores. O jogo do século como alguns o trataram ficou marcado pelos dois golos apontados já no período de descontos pelos então suplentes no jogo Teddy Sheringham e Ole Gunnar Solskjaer ambos após cantos apontados pelo maravilhoso pé direito de David Beckham. Para terminar o ano em beleza o Manchester bateu o Palmeiras do Brasil na Taça Intercontinental em Tóquio. Num ambiente escaldante de 55.000 espectadores, Ryan Giggs “voou” pela defesa Brasileira e Roy Keane fez o único golo da partida. O Manchester era assim a 4 equipa em todo mundo a ganhar o Campeonato, Taça e Liga dos Campeões no mesmo ano juntando-se assim ao Celtic Glasgow (Escócia) e ao PSV e AJAX (Holanda).
E a era de Sir Alex Ferguson continua de pé com o escocês a continuar a levar a equipa a sucessos atrás de sucessos.

Palmarés:

Premier League: 17
Charity/Community Shield: 18
F.A. Cup: 11
League Cup: 3
Liga dos Campeões: 3
Taça das Taças: 1
Supertaça Europeia: 1
Taça Intercontinental: 1
Mundial de Clubes: 1

O treinador: Alex Fergunson

Alex FergunsonSir Alex Ferguson, escocês de 67 anos de idade, é o treinador com mais sucesso na história do futebol britânico com mais de 30 títulos durante a sua carreira no comando dos “Reds”.

Chegou ao clube numa altura difícil e conseguiu de novo colocar o Manchester United na ribalta do futebol mundial. Depois de mais de duas décadas no comando da equipa, Sir Ferguson continua focado em elevar ainda mais o clube e em conquistar mais títulos.

Algumas Peças Fundamentais:

Cristiano Ronaldo, Wayne Rooney e Carlos Tevez

Percurso até à final:

O Machester United começou esta caminhada na Liga dos Campeões num grupo bastante equilibrado e conseguiu ficar na primeira posição com 2 vitórias e 4 empates.
Nos oitavos-de-final defrontou o Inter num reencontro com José Mourinho e desta vez Alex Ferguson levou a melhor com um empate 0-0 em San Siro vencendo depois em Old Trafford por 2-0. Foi uma eliminatória justa para o United que foi superior aos italianos durante os 180 minutos.

Eliminados os nerazzurri veio o FC Porto, numa eliminatória que foi bastante difícil para os red devils. Em Old Trafford a equipa portuguesa conseguiu surpreender a Europa com um excelente jogo e um empate a duas bolas. Porém, o Manchester como grande equipa que é, veio ao Dragão para tentar recuperar e um grande golo de Cristiano Ronaldo deu aos ingleses a vitória na eliminatória.

Nas meias-finais deu-se um duelo entre ingleses que o Manchester dominou por completo. Na primeira mão venceu em Manchester o Arsenal por 1-0 tendo depois ido ao Emirates Stadium vencer os Guners por expressivos 3-1, carimbando assim da melhor forma a passagem à grande final do Olimpico de Roma

Informação disciplinar

Fletcher foi expulso no jogo do Emirates Stadium e não poderá jogar o encontro decisivo

Presenças em finais da Liga dos Campeões de ambas as equipas

Performance Barcelona vs Manchester United - Liga dos Campeões

Ronaldo e Lionel Messi, dois poetas do Planeta Futebol

É certo e sabido que ambas as equipas têm jogadores que podem decidir a qualquer altura. Do lado dos espanhóis temos Eto’o, Iniesta, Xavi, Henry entre outros. Do lado inglês a história repete-se – Tevez, Rooney, Berbatov, Giggs -, todos jogadores da mais alta craveira que recheiam de qualidade ambas as formações que vão disputar esta final. Porém, existem dois jogadores que nesta final vão ser seguidos com especial atenção face à qualidade do seu futebol, falo do português Cristiano Ronaldo e do argentino Lionel Messi.

O jogador do Manchester foi na última época considerado pelo Fifa o melhor jogador do mundo e pode este ano passar o testemunho ao argentino. Podemos dizer que Cristiano Ronaldo é mais completo? Penso que podemos, mas Lionel Messi tem algo que poucos jogadores na história têm, tem uma técnica fenomenal, tem velocidade, é capaz de ter 20cm de espaço e com um golpe de génio soltar-se de todos aqueles que tentam incessantemente roubar-lhe a bola e marcar um golaço ou fazer uma assistência para um colega em melhor posição. Cristiano Ronaldo já é outro tipo de jogador, forte, também com velocidade, com técnica muito apurada também mas com mais sentido de baliza, de desmarcação, com maior capacidade para rematar de meia distância e de finalizar jogadas de futebol aéreo. São eles que, em dois conjuntos em que o futebol é muito bem representado, que mais se destacam, ou porque fazem a equipa jogar ou porque marcam golos decisivos que levam toda uma equipa ao sucesso.

Podemos escrever parágrafos e parágrafos sobre estes jogadores que nunca vamos ficar a saber o que podem fazer. São simplesmente dois génios do futebol actual que a qualquer momento, num segundo de inspiração, conseguem fazer uma jogada que leva milhares e milhares de pessoas ao delírio de uma conquista. São dois jogadores que dão prazer a qualquer adepto de futebol, são dois artistas que raramente aparecem no futebol de hoje em dia em que cada vez mais a capacidade física e táctica se sobrepõe à genialidade pura de outrora.

Odds Para a Final

Odds Barcelona vs Manchester United - Final da Liga dos Campeões

Betfair e Pinnacle a serem as casas de Apostas com melhores preços para esta final.

Fontes:

  • História do Manchester retirada de http://www.manutdportugal.com/ sendo que algumas coisas foram retiradas.
  • História do Barcelona retirada da Wikipedia e tratada por mim pois estava em pt/br.




  • Greenlion

    Fabuloso trabalho Shady_10
    Parabens

    • Shady_10

      Obrigado Greenlion

  • anderson

    o barcelona neste mumento e o melhor equipa do mundo. mas aki n se trata quem o mlhr kada kual kom a sua sorte eu so espero k ganhe o mlhr. mas para min o barcelona e mlhr k o mancheste united sem duvidas espero a vitoria

  • icaro roberto

    acho k o man utd ta com tudo e vai ganhar hoje

  • Yannick

    O manchester é o melhor e a favorita…..
    eaboverdiano mas sou fã do manchester apesar de ter eliminado a minha equipa o FCP

  • eusebio

    já fui um garnde jugador de futebol e sei que o barça e a melhor equpa do mundo e por isso aquerdito num bom 2-0 obarcelona a ganhar agora é o que vamos ver “manchester e barcelona FORÇA”

  • Bruno Ferreira da Silva

    o poderoso barça ira estrasalhar esse time ai de vermelho ashuhss
    e tao vergonhoso que nen irei pronunciar seu nome ….
    gols messi,villa e inieta resultado 5 a 0…


Vê as vantagens de assinares a nossa Newsletter

Com quase 9 anos de existência, o ApostaGanha é a mais antiga comunidade de apostadores online, em Portugal. É esta experiência que te trazemos para o email em forma de promoções exclusivas e dicas para apostar.
Enumeramos aqui alguns exemplos do que poderás receber:

  • Freebets exclusivas para novos registos ou registos atuais, ficando a saber das ofertas na hora em que saem
  • Informações sobre prémios exclusivos tais como a Camisola Autografada do Ronaldo ou os 1000€ se Brasil Campeão
  • Campanhas temporárias fantásticas para jogos específicos que passam despercebidas nas casas de apostas
  • Receber tantos os melhores prognósticos seleccionados como os dos especialistas ApostaGanha no teu email
Fechar esta pop-up

Entra na comunidade ApostaGanha e ganha como todos nós!

Ao te registares vais usufruir também das novidades do MyMatchCenter, a nossa plataforma de acompanhamento de jogos ao vivo, e do Fórum, isto claro se assim o desejares

O teu email jamais será partilhado com uma entidade externa ao ApostaGanha.